17 de mai de 2010

mais ciúme





Como ciumento sofro quatro vezes: porque me reprovo por sê-lo, porque temo que meu ciúme machuque o outro, porque me deixo dominar por uma banalidade; sofro por ser excluído, por ser agressivo, por ser louco e por ser comum.

Roland Barthes

4 comentários:

  1. pero que lindoooooooooooooooooo
    son una preciosura!
    y el texto de Barthes también!

    ResponderExcluir
  2. Valeu gente!
    Esta mesmo sendo um prazer fazer e bordar esses corações. O tempo de cada frase que bordo é o tempo de reflexão de cada idéia, de cada sentimento.
    Oxalá que eu saia renovada depois dessa.

    ResponderExcluir