18 de mai de 2011

latcho drom

um tempo que perdura sem postagens novas, pois, há tempos, na rota dos ciganos.

aqui na Bahia são muitos ... os trajes, coisa que me agrada perceber, variam de lugar para lugar. Há aquelas que preferem decotes nas costas, outras nos seios... cetins vão dando lugar aos sintéticos bordados.

extremos em cores e texturas se combinam criando uma arte de se vestir muito própria, muito viva, muito curiosa.

são elas, com seus pentes ou flores na cabeça que mantêm essa arte-tradição. Carregam em seus corpos fortes o peso de quase 6 metros de pano e quilos de vitrilhos, rendas, miçangas e paetês.

suas belezas constrangem....auríferas belezas...

ainda sem fotos pois os filmes não foram revelados.

mais um tempo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário