12 de fev de 2010

ponto cruz em ponto novo








Toda quarta-feira saímos de Dário Meira rumo a Ponto Novo. Mais ou menos uma hora de viagem por estrada de chão. Cacau cedendo espaço pra fazenda de gado, e lá de cima ja é possível avistar as primeiras plantações de eucalipto. Dizem que é a bola da vez. Sinto uma melancolia, às vezes, em presenciar essa mudança.
Ponto novo hoje não é nada muito além de uma ladeira com casas de um lado e casas do outro. Aqui adoram cozinhar carne com biribiri.
Esses quadradinhos foram feitos por um grupo de mulheres e moças que se reunem pra aprender a bordar. Esse foi o período do Ponto Cruz. O curioso é que as vezes seguem gráficos, mas parece que a vontade de grafar livremente os desenhos ainda predomina.
Em um lugar, como aqui na região, em que qualquer bordadeira atribue maior valor aos gráficos massificados das baratinhas e pouco criativas revistas, ver essa produção dá um gosto que só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário